Regadio

Governo aprova recuperação de cinco regadios tradicionais na região Norte

Governo aprova recuperação de cinco regadios tradicionais na região Norte

O ministro da Agricultura acaba de homologar os projetos de recuperação de cinco regadios tradicionais, situados na região Norte. Em causa estão o Regadio do Soutelo, no concelho de Águeda, o Regadio de Montedouro e da Foz, o Regadio da Vizinhança da Balança, o Regadio da Levada de Cima de Cabaninhas, em Terras de Bouro, e o Regadio da Levada de Enxurigo, no concelho de Amares.

De acordo com o gabinete do ministro da Agricultura, estes projetos irão beneficiar de um investimento público de 400 mil euros que beneficia 170 explorações, numa área de 100 hectares.

“Eleva-se assim para 325 o número de projetos aprovados no âmbito do Programa Nacional de Regadios (PNRegadios), a que corresponde um financiamento público de 347 milhões de euros a fundo perdido, que será executado até 2023. O PNRegadios, cuja primeira fase está já em execução, visa a mitigação dos efeitos das alterações climáticas sobre a agricultura, dotando o país de mais reservas de água e de melhores e mais eficientes sistemas de aproveitamento”, afirma o ministério da Agricultura.

Até 2023 deverá estar concluída a primeira parte do programa, com a criação de 100 mil novos hectares de regadio, a que corresponde um investimento público de 560 milhões de euros e a criação de mais de 10 500 novos postos de trabalho permanentes, de acordo com dados do ministério da Agricultura.