- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

Governo já entregou primeiro terreno público da Bolsa de Terras

A primeira terra do Estado arrendada num concurso público, ao abrigo da Bolsa de Terras, foi entregue pela Ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, a uma jovem agricultora das Caldas da Rainha, que irá produzir pera rocha.

“O primeiro concurso público com terras detidas e geridas diretamente pelo Estado foi lançado em outubro e exigiu uma adaptação das regras para incluir critérios de seleção que ajudem a promover o que o Governo julga mais relevante para o setor”, explicou Assunção Cristas na cerimónia de entrega do terreno.

A responsável pela pasta da agricultura explicou que o ministério tentou garantir que “beneficiássemos jovens agricultores ou proprietários de terras confinantes para aumentar as suas explorações ou, em caso de empate, que seriam privilegiados modos de produção mais sustentável, através de produção integrada ou biológica.”

banner APP [1]

O arrendamento do terreno vai custar 6500 euros por ano, mas os jovens agricultores só começam a pagar ao fim dos primeiros dois anos.

Ao todo, já foram disponibilizadas 24 terras pertencentes ao Estado neste primeiro concurso, num total de 726 hectares. Desde que foi apresentada, em 2013, a Bolsa de Terra já alocou 354 terrenos, num total de cerca de 15 mil hectares, dos quais cerca de um quinto já foi cedido.