Vinhos

Grupo Parras investe 8 milhões no Alentejo

O Grupo Parras Vinhos está a investir fortemente na produção de vinho no Alentejo e prevê investir 8 milhões de euros até 2019 num projeto de expansão que inclui a construção de uma nova adega no Redondo. A ideia é apostar forte na identidade Herdade da Candeeira, nome da propriedade de 180 hectares comprada em 2014 à família Morais Cardoso, e na qual já começaram a produzir os primeiros vinhos que deverão chegar no próximo mês ao mercado sob a insígnia Portas da Candeeira, um vinho de entrada de gama.

Mais recentemente, em dezembro de 2015, foi adquirida uma segunda propriedade com 230 hectares, também no Redondo, numa área circundante à barragem da Vigia, onde já foram plantados 20 hectares de vinha, com o objetivo de chegar aos 150 hectares de castas tintas nos próximos quatro anos. No total, em 2019 estarão no terreno 230 hectares de vinha de forma a chegar à produção própria em todas as marcas alentejanas do Grupo.

Alentejo - Grupo Parras - Vida Rural

Luís Vieira, administrador do Grupo que detém a Quinta do Gradil e Casa das Gaeiras, ambas na região vitivinícola de Lisboa, revelou que a compra de propriedades no Alentejo decorre de necessidade de garantir a matéria-prima de qualidade que necessita para o seu projeto, de forma a não estar dependente de parceiros. Recorde-se que o Grupo já comercializa três marcas de vinho regional alentejano (Casas Brancas, Montaria e Pera Doce) cuja produção é assegurada por produtores parceiros na região.

Para além da construção da adega, a casa da herdade também vai ser remodelada de forma a estar preparada para enoturismo.