Prémios Vida Rural 2018

Já conhece os vencedores dos Prémios Vida Rural?

Já são conhecidos os vencedores dos Prémios Vida Rural 2018, uma iniciativa da revista Vida Rural que premeia e celebra anualmente pessoas, empresas e projetos que se distinguem no panorama dos agronegócios em Portugal.

Alfredo Cunhal Sendim, Esporão, CVR do Alentejo, APOSOLO e projeto Sparkle foram os galardoados nesta edição que tinha como mote a Sustentabilidade, alinhando com o tema do congresso AgroIn.

Alfredo Cunhal Sendim

O prémio Agricultor que Marca foi para Alfredo Cunhal Sendim, da Herdade do Freixo do Meio, um pioneiro e uma referência na agroecologia em Portugal.

Nuno Oliveira, do Esporão

A Empresa que Marca foi o Esporão, uma empresa com um notável trabalho na gestão e integração dos seus ecossistemas, e que tem atualmente todas as suas vinhas em modo de produção biológico.

O prémio Investimento que Marca foi para o Plano de Sustentabilidade da Comissão Vitivinícola do Alentejo, uma entidade que investiu cerca de meia milhão de euros para promover um pioneiro plano de sustentabilidade para promover a adoção das melhores práticas em toda a cadeia de produção dos produtores que representa.

Francisco Mateus, da CVR Alentejo

A Organização de Produtores que Marca foi a APOSOLO, uma entidade com um notável trabalho na área da agricultura de conservação.

Gabriela Cruz, da APOSOLO

Já a I&D que Marca foi para o projeto Sparkle_ Sustainable Precision Agriculture, um projeto internacional coordenado pela Universidade de Évora que junta universidades, empresas e agricultores e que pretende preparar empreendedores agrícolas com foco na agricultura de precisão e em práticas sustentáveis.

Rafael Marques da Silva, da Universidade de Évora

A terminar o Prémio Personalidade Armando Sevinate Pinto que este ano foi entregue ao professor Joaquim Quelhas dos Santos.