Agroindústria

Mercado global de canábis deverá valer 12 mil M€ até ao final do ano

Mercado global de canábis deverá valer 12 mil M€ até ao final do ano

O mercado global de canábis legal, que inclui Canadá, Estados Unidos da América, Israel, alguns países Europa e da América Latina, deverá atingir um valor de 12 mil milhões de euros até ao final deste ano, de acordo com o Brightfield Group. A Europa deverá ter uma fatia de 13% deste mercado até 2021.

De acordo com o Jornal Económico, estes dados foram avançados na 6.ª edição do Congresso Mundial e Exposição de Negócios da Canábis, que decorreu em Los Angeles, e mostram que só os Estados Unidos da América representam 83% do mercado mundial, devendo atingir já este ano vendas de 10 mil milhões de dólares. O Canadá deverá ter, atualmente, uma fatia de 10% e os países da Europa arrecadam, em conjunto, uma quota de 5% do mercado global.

Sobre o mercado europeu, o Brightfield Group estima que atinja uma quota de mercado de 13% em 2021, o que de acordo com a diretora de serviços de clientes do Brightfield Group, Claire Kaufmann, representaria “um crescimento massivo em dois anos”.

Em Portugal, a empresa canadiana Tilray está a instalar aquela que diz ser “a maior plantação de canábis para fins medicinais” no país, no Parque Tecnológico de Cantanhede. De acordo com a companhia, serão produzidas cerca de 100 mil plantas. Além disso, recentemente, a empresa chegou a acordo com o Esporão para explorar 20 hectares no Alentejo, onde irá produzir canábis.