OGM

Monsanto vai lançar novo recurso para milho OGM que reduz utilização de fertilizantes

A Monsanto anunciou esta semana que irá lançar já no próximo ano um novo recurso para sementes de milho geneticamente modificadas que para além de aumentar o rendimento da cultura permitirá reduzir a utilização de fertilizantes. De acordo com a Bloomberg, a inovação desenvolvida com a Novozymes é um “fungo amigável” que ajuda o milho nos seus estágios iniciais de desenvolvimento.

Esta é a primeira novidade da empresa norte-americana ao nível da tecnologia microbiana, cada vez mais utilizada na produção agrícola sobretudo com o objetivo de reduzir a utilização de fertilizantes nas culturas agrícolas.

O fungo amigável é um derivado do fungo Penicillium bilaiae e crescerá com as raízes das plantas, ajudando-as a terem acesso ao nitrogénio e ao fósforo presente no solo. De acordo com a Monsanto, nos testes já realizados, as plantações que usaram a tecnologia microbiana aumentaram, em média, os rendimentos em mais de 190 quilos por hectare em média.

A solução deverá chamar-se Acceleron B-300 SAT e será compatível com outros tratamentos químicos, devendo ser aplicada em mais de 36 milhões de hectares até 2025, segundo as previsões da Monsanto.