Hortofrutícolas

Pequenos frutos podem ser retirados do mercado com apoio do Governo

Pequenos frutos podem ser retirados do mercado com apoio do Governo

Uma das medidas pedidas pelo setor agrícola foi aprovada pelo Ministério da Agricultura. Os produtores de pequenos frutos podem retirá-los do mercado em troca uma compensação financeira. De acordo com a portaria publicada em Diário da República, por cada 100 quilos de fruta retirados, os produtores receberão, no máximo, 40% do seu valor de mercado. No caso de retirarem 100 quilos de framboesas, por exemplo, os produtores receberão 309 euros.

Luís Pinheiro, presidente da Lusomorango, citado pelo Jornal de Negócios, considera que o apoio proposto “não resolve todos os problemas” , mas que irá “ajudar no imediato”.

A medida foi implementada por terem sido “identificadas perturbações ao nível do escoamento da produção” dos pequenos frutos, “em virtude da perda de canais de escoamento”, e por se verificar que o setor tem sido “fortemente prejudicado” também nas exportações, “em virtude do fecho generalizado dos mercados de destino”.

Os frutos que não forem destinados ao mercado serão distribuídos por organizações caritativas, de forma gratuita.