- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

Preço da carne de porco sobe 97% e beneficia produção na Europa

O preço da carne de porco na China registou uma subida de 97% em relação ao mês passado, beneficiando a produção na Europa, incluindo os produtores portugueses.

A carne de porco, a principal fonte de proteína na cozinha chinesa, viu os preços duplicarem, após um surto de peste suína que se espalhou pelo continente chinês, dizimando milhões de animais. A situação levou a que os importadores chineses passassem a comprar mais na Europa, nos Estados Unidos ou Brasil, o que produziu efeitos inflacionários um pouco por todo o mundo.

Os preços dos alimentos registaram um aumento, globais, de 17,4%, fixando a inflação em 4,5%. O valor está acima da meta de 3% definida pelo Partido Comunista Chinês.
Já em outubro passado, o Departamento de Agricultura dos EUA tinha previsto que a produção de carne suína da China cairia 25% em 2020, uma diferença de 12 milhões de toneladas, o que equivaleria a quase toda a produção anual nos EUA.

Segundo uma notícia avançada pelo Jornal de Negócios, o Ministério da Agricultura anunciou ontem (9 de janeiro) que mais cinco empresas portuguesas vão poder exportar carne de porco para a China.

Os produtores portugueses começaram a exportar carne de porco para a China no final de janeiro de 2019, depois de as autoridades chineses terem autorizado, no final de 2018, os matadouros portugueses ICM Pork, Maporal, e Montalva a exportar.