Agricultura

Primeiro-ministro diz que agricultura portuguesa vive “belíssimo momento”

O primeiro-ministro, António Costa, visitou a Feira Nacional de Agricultura este domingo (9 de junho) e destacou o “belíssimo momento” que a agricultura nacional está a viver “nas suas frentes mais diversas”.

De acordo com António Costa, nos últimos anos, o setor tem vindo a “bater recordes” nas exportações, uma performance que, de acordo com o primeiro-ministro, resulta da “opção chave” de combinar os centros de competência e produção de conhecimento com “a experiência adquirida e o saber” da agricultura, o que “tem permitido que o setor agrícola seja hoje um dos setores muito relevantes” da economia portuguesa.

“Todos nos lembramos de como há umas décadas se teve a ilusão de que era possível prescindir da agricultura. Já não havia mais lugar para a agricultura. Mas agora todos felizmente têm a consciência de que valeu a pena apostar na agricultura e de que a agricultura tem futuro”, disse ainda o primeiro-ministro.

“Neste local simbólico que é Feira Nacional de Agricultura quero expressar o grande agradecimento pelo trabalho a que os agricultores se dedicam, atividade muito dura, sujeita a muitas incertezas, do clima, de mercados, de contingências políticas, à escala global e nacional, de muito risco, mas que conta com gente muita rija pronta a fazer avançar a nossa agricultura e o país”, afirmou ainda durante a sua visita à Feira Nacional de Agricultura.

António Costa defendeu ainda que “é necessário continuar a investir no sector e a criar cada vez mais condições para que os produtores agrícolas possam trabalhar. O grande esforço é dos agricultores, mas há trabalho político que é necessário fazer. Hoje por exemplo já temos mais de 55 novos mercados abertos para a exportação e este ano vamos ter um crescimento na exportação de carne de porco graças à abertura do mercado chinês”.