Agricultura

Produção de azeitona para azeite deverá cair 20%

Espanhóis usam inteligência artificial para prever pragas de azeitona-da-oliveira

A produção de azeitona para azeite, cuja colheita deverá estar terminada em breve, poderá registar uma quebra de 20 pontos percentuais face à campanha anterior. Tendência semelhante à que se espera nos cereais de outono/inverno, com a superfície ocupada por estas culturas a decrescer 5%. Os números constam do Boletim Mensal da Agricultura e Pescas do INE referente ao mês de janeiro.

De acordo com o relatório, a campanha de azeitona “iniciou-se com uma abundante floração”, contudo, uma primavera chuvosa condicionou o vingamento das azeitonas, o que resultou numa carga inferior à da campanha passada. Assim, espera-se uma menor produção de azeitona para azeite, com uma diminuição de 20%, um valor que ainda assim está próximo da média dos últimos cinco anos.

Nos cereais, os dados do INE revelam que um mês de dezembro seco “permitiu a continuação da sementeira dos cereais praganosos em boas condições”, faltando apenas instalar algumas áreas de cevada. Estima-se, assim, que a superfície ocupada por estas culturas seja 5% inferior à de 2016.

Quanto à produção de leite e produtos lácteos, o boletim estatístico indica que a recolha de leite de vaca atingiu as 136,1 mil toneladas, uma quebra de 5,8% face ao período homólogo. Assim, a produção total de lacticínios caiu 3,5% devido ao menor volume de leite para consumo.