Agricultura

Produtores de milho concluem Agenda de Inovação

Milho Bt permitiu uma produção adicional de 1,89 milhões de toneladas na Península Ibérica

O Centro Nacional de Competências das Culturas do Milho e Sorgo promoveu ao longo dos dois últimos anos diversas reuniões de trabalho e Dias de Campo, nos quais participaram os trinta e três parceiros do Centro de Competências, por forma a elaborar a sua Agenda de Inovação para os próximos anos.

Com a conclusão da Agenda de Inovação “InovMilho” – documento que se quer dinâmico –, cumpre-se um importante objetivo deste Centro de Competências: a definição das principais ações a implementar para os próximos anos.

No plano desenvolvido, os produtores de milho referem que os recursos alocados à investigação, experimentação e inovação devem ser canalizados para áreas que contribuam para o aumento da produção agrícola interna e respetiva qualidade, tendo por base os seguintes eixos estratégicos: produção de alimentos, recursos genéticos vegetais e biotecnologia, recursos naturais (solo, água, ar e biodiversidade), fitotecnia e proteção das culturas e adaptação às alterações climáticas dos sistemas agrícolas.

As ações identificadas requerem agora de financiamento no âmbito do atual e do futuro Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), sob pena de não ser atingido um dos objetivos propostos no âmbito da Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais, que passa por contribuir para uma maior competitividade técnica e económica dos produtores nacionais de milho e sorgo, para aumentar o grau de autoaprovisionamento em cereais do nosso país.

A Agenda de Inovação encontra-se disponível aqui.