Quantcast
Exportações

Vinho, suínos e fruta nacionais estão a ser promovidos no México e na Colômbia

Comissão Europeia quer criar cadeia de abastecimento mais justa

Depois de Portugal e Colômbia terem assinado na passada semana um acordo bilateral que irá garantir a exportação de pera rocha nacional para o país da América do Sul, a consolidação da abertura daquele mercado aos produtos nacionais está a ser formalizada durante uma visita que o Comissário Europeu para a Agricultura, Phil Hogan, está a realizar à Colômbia e ao México.

Acompanhado por representantes de 42 empresas e associações, Phil Hogan procura fortalecer a cooperação entre a União Europeia e aqueles dois países, nomeadamente melhorando as condições de acesso de produtos agrícolas europeus aos mercados colombiano e mexicano, que representam um universo de 48 e de 125 milhões de consumidores potenciais, respetivamente.

 

Nesta visita, Portugal fez-se representar por António Tavares da FPAS (Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores), que tem como objetivo promover a suinicultura em Portugal e que representa duas das maiores empresas do setor em Portugal com um total combinado de mais de 500 trabalhadores, e por Bruno Cardoso, representante da FENADEGAS (Federação Nacional de Adegas Cooperativas de Portugal), que aproveitará esta oportunidade para apresentar os produtos dos seus associados e desenvolver contactos conducentes a futuras novas exportações.

banner APP

Phil Hogan quer com esta visita remover os obstáculos que ainda existem às exportações da União Europeia no que diz respeito a produtos hortofrutícolas e bebidas espirituosas. “Existem boas oportunidades para a agricultura da UE e pretendo ajudar a abrir oportunidades para novas exportações”, defende o comissário europeu.

 

A questão da equivalência dos produtos biológicos entre a União Europeia e a Colômbia está também na agenda das negociações durante esta vista oficial que se inclui na política da Comissão Europeia de promoção dos seus produtos agrícolas. Por outro lado, durante a parte da visita dedicada ao México, será abordado o novo acordo de comércio livre com este país cujas negociações começarão em breve.