- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

China reduz importações de vinho para quase metade em 3 anos

Desde 2017, ano em que atingiu o máximo histórico, que a importação de vinho por parte da China tem diminuído. Em apenas 3 anos, a redução foi de 43%, informa o Observatório Espanhol do Mercado do Vinho [1].

Em 2020, o país asiático importou 430 milhões de litros, uma queda de 30% em relação a 2019.

Todas as categorias de vinho registaram quedas fortes na exportação para a China. O vinho embalado não espumante domina o mercado chinês, representando mais de 70% do volume e 90% da faturação total.

A Argentina foi o único país dos 15 maiores fornecedores que conseguiu exportar mais vinho do que em anos anteriores. O volume exportado triplicou graças ao preço de venda a granel baixo. No entanto, no setor dominante das importações chinesas, todos os 15 principais exportadores [2] registaram quebras. O Chile passou do maior exportador para se posicionar em terceiro lugar, sendo superado pela Austrália e a França.