- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

CNA e AVADOURIENSE pedem mais apoios para vitivinicultores durienses

A Confederação Nacional de Agricultores (CNA [1]) e a Associação dos Viticultores e da Agricultura Familiar Douriense (AVADOURIENSE) afirmam que os apoios anunciados pelo Governo não são suficientes face às intempéries deste ano.

Em comunicado conjunto, as duas entidades consideram ainda que “o muito pequeno aumento do benefício nesta campanha (de 102 para 104 mil pipas) revela-se mesmo assim muito insuficiente face às necessidades e possibilidades da região, que exigiriam um valor próximo das 120 mil pipas”. “A par disso, os preços à produção mantêm-se muito aquém do necessário”, acrescentam.

 

A CNA e a AVADOURIENSE, no seu entender, afirma que “só uma medida de apoio a fundo perdido poderá salvar muitos dos pequenos e médios vitivinicultores afetado”. As duas associações reclamam ainda, “a título temporário e excecional, a entrega de cartões sem uvas, nesta campanha produtiva, com a possibilidade de serem repostas as respetivas quantidades em falta nas próximas campanhas, se a situação o permitir”.

banner APP [2]

Por último, defendem que “devolver a Casa do Douro [3] aos durienses é fundamental para a região”.

 

“A declaração de inconstitucionalidade de algumas normas do Decreto-Lei nº 73/2019, o decreto que reinstitucionalizou a Casa do Douro como associação pública de inscrição obrigatória, para além das questões de natureza jurídica que levanta, apenas confirma a necessidade de se constituir o quanto antes um organismo público, gerido pelos próprios produtores, que responda ao contexto historicamente único da Região Demarcada do Douro”, explicam.