Quantcast
Vinha e Vinho

Produção vinícola no Alentejo deve aumentar entre 5 e 10% este ano

A CVRA estima que a produção de vinho no Alentejo possa atingir os 120 milhões de litros, um aumento entre 5 e 10%, face a 2020.

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) estima que a produção de vinho na região possa atingir os 120 milhões de litros, considerando a previsão da Universidade do Porto. Em comunicado, a entidade revela que o estudo prevê um aumento produtivo no Alentejo entre 5 e 10%, face ao ano de 2020.

A maior quantidade de vinho produzido justifica-se, segundo Francisco Mateus, presidente da CVRA, pelas “boas condições atmosféricas registadas e pelo controlo das pragas, o que significa que as uvas que vão chegar às adegas estarão sãs e, por isso, têm uma maior probabilidade de resultar em vinhos de excelente qualidade.”

banner APP

Esta é já a 22.ª previsão que a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto realiza em parceria com a CVRA. A colheita de uva na região já se iniciou e terá uma duração estimada de 10 a 11 semanas. As castas brancas, mais utilizadas em espumantes, são as primeiras a ser recolhidas.

Recorde-se que, em 2020, o Alentejo produziu 113 milhões de litros de vinho, que corresponderam a um aumento de 15% face ao ano anterior.