Agricultura

PTF quer exclusão de subsídios para uso de glifosato

Ambientalistas querem processar a UE por causa do glifosato

A Plataforma Transgénicos Fora (PTF), que agrega entidades não governamentais da área do ambiente e agricultura, pretende que os subsídios para o uso de herbicidas na agricultura, mais especificamente o glifosato, sejam excluídos das medidas agroambientais do próximo Quadro Comunitário de Apoio (QCA) da Política Agrícola Comum.

A PTF lançou a campanha “Agroambientais sem glifosato/herbicidas“, com propostas que pretendem acabar com o uso de herbicidas e promover uma agricultura regenerativa, climática e sem OGM, bem como práticas mais ecológicas, sugerindo práticas de adubação verde ou enrelvamento (cover crops), empalhamento (técnica de cobertura do solo), estrumação verde, utilização de subprodutos das agroindústrias para compostagem e aplicação na terra, rotação de culturas, entre outras.

A plataforma divulga ainda o “Guia de boas práticas agrícolas para reduzir emissões, fixar carbono, e eliminar a aplicação de herbicidas”, elaborado pelo engenheiro agrónomo Jorge Ferreira.

A PTF alerta ainda para a necessidade de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa (como o dióxido de carbono e óxido nitroso), através da agricultura, e aumentar a retenção de carbono no solo.

O glifosato é um dos herbicidas mais utilizado no mundo e, em Portugal, continua a ser o composto mais vendido em termos nacionais, representando cerca de 69% do volume total de vendas de herbicidas no país.