Portugal AGRO 2015

Assunção Cristas diz que feiras são essenciais para valorizar os nossos produtos

Assunção Cristas diz que feiras são essenciais para valorizar os nossos produtos

Foi oficialmente apresentada na passada semana a Alimentaria & Horexpo Lisboa e o Portugal AGRO 2015, num evento que decorreu na ViniPortugal, em Lisboa. A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, marcou presença e referiu que “Para valorizar e dar a conhecer os nossos produtos, estas feiras são essenciais.”

“Tudo o que podemos fazer em conjunto para dar a conhecer os produtos portugueses, juntar a este conhecimento dos nossos produtos uma imagem de maior diferenciação, de qualidade seja na perspetiva da segurança alimentar, seja na perspetiva da excelência do produto do ‘Portugal Excecional’, é uma mais-valia”, referiu a ministra da Agricultura.

“Não basta a produção, que tem estado a trabalhar muito e bem, não basta a indústria que tem estado a trabalhar muito e bem. A minha esperança é que existam cada vez mais alianças duradouras e mutuamente benéficas entre a produção primária e a indústria para acrescentar valor, inovação e para deixarmos mais riqueza no nosso país.”

Assunção Cristas referiu ainda que “hoje, cada vez mais, temos a possibilidade de trazer a Portugal profissionais e potenciais compradores internacionais, articulados com a AICEP em missões diversas, que vêm conhecer os nossos produtos.”

Agradecendo a todos os intervenientes que têm contribuído para este esforço, a ministra da Agricultura salientou que “o sector agroalimentar é precisamente um dos sectores que mais tem visto as suas exportações crescerem”, referindo mesmo que “os sectores agrícola e agroalimentar estão na linha da frente das exportações portuguesas.”

Segundo Assunção Cristas, a meta é “chegar a 2020 com mais mercados abertos”, uma vez que “há muito mercado externo para ser agarrado pela nossa produção de produtos excecionais.”