Quantcast
Agricultura

Comissão Europeia quer criar cadeia de abastecimento mais justa

Comissão Europeia quer criar cadeia de abastecimento mais justa

A Comissão Europeia lançou na semana passada uma consulta pública aos cidadãos europeus para que partilhem a sua visão para o funcionamento da cadeia de abastecimento alimentar. A decorrer até 17 de novembro, esta consulta pública tem como principal objetivo avaliar a necessidade de medidas para tratar e regulamentar as práticas comerciais desleais no domínio agroalimentar.

Phil Hogan, Comissário Europeu responsável pela Agricultura e Desenvolvimento Rural, refere que “os agricultores são o primeiro elo na cadeia e, sem eles, não haveria alimentos para transformar, vender ou consumir. No entanto, verificamos que são frequentemente o elo mais fraco. É para colmatar as deficiências da cadeia de abastecimento alimentar que tomamos a iniciativa de agir, em conformidade com a posição de longa data da Comissão para apoiar os agricultores europeus. Incentivo todos os cidadãos, os agricultores, as entidades interessadas da UE, a partilharem os seus pontos de vista connosco através desta consulta em linha.”

banner APP

A Comissão Europeia pretende também avaliar o nível de transparência do mercado ao longo da cadeia e identificar possíveis melhorias, assim como avaliar o interesse na cooperação entre produtores e a utilização dos chamados acordos de partilha de valor (ou seja, a partilha de ganhos e perdas resultantes das variações dos preços do mercado em causa), que já existem em alguns setores como o do açúcar.

A consulta baseia-se nos trabalhos do Grupo de Trabalho para os Mercados Agrícolas (AMTF), criado em janeiro de 2016, que recomendou medidas concretas para fortalecer a posição dos agricultores na cadeia de abastecimento alimentar.