Quantcast
Pecuária

FILPORC apresenta certificação voluntária em bem-estar animal

A Associação Interprofissional da Fileira da Carne de Porco (FILPORC) anunciou o desenvolvimento de um referencial de certificação em bem-estar animal de suínos aplicada a toda a fileira da carne de porco. Em comunicado, a iniciativa “Let’s Talk About Pork From Europe” informa que, para esclarecimento ao setor suinícola, vão existir duas sessões dirigidas aos suinicultores, a ter lugar no Montijo e em Leiria, a 10 e a 11 de novembro.

O referencial suporta um caderno de especificações desenvolvido com a assessoria técnico-científica da Faculdade de Medicina Veterinária, tendo como ponto de partida as práticas atuais da suinicultura portuguesa. Esta certificação da carne de porco nacional vai ao encontro do Pacto Ecológico Europeu, através da sua estratégia “Farm to Fork”.

banner APP
 

A Certificação Voluntária em Bem-Estar Animal foi recentemente aprovada pelo Ministério da Agricultura e destina-se a produtores, transportadores e indústrias de abate e transformação que pretendam aderir a este sistema de certificação, podendo assim usar um selo específico que fará a distinção no ponto de venda.

Nesta fase, estão a ser feitos os esclarecimentos junto da produção suinícola, pela FPAS – Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores – e pela FILPORC, através de sessões presenciais junto dos suinicultores, onde será feita a apresentação do “Regulamento de certificação em bem-estar animal na produção de suínos em regime intensivo e intensivo ao ar livre”.