Financiamento

Governo alarga apoios a todos os concelhos afetados pela tempestade Leslie

Governo alarga apoios a todos os concelhos afetados pela tempestade Leslie

O Executivo anunciou esta semana que identificou novas zonas afetadas pela tempestade Leslie e decidiu alargar o número de concelhos apoiados.

“Os titulares das explorações agrícolas atingidas nos concelhos de Sever do Vouga, Vila Nova de Poiares, Alvaiázere, Carregal do Sal, Mangualde, Nelas, Penalva do Castelo e Sátão, que registaram prejuízos, podem agora também recorrer à medida de apoio ao restabelecimento do potencial produtivo, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural PDR2020, cujas candidaturas estão abertas até ao próximo dia 15 de dezembro”, revela o gabinete do ministro da Agricultura em comunicado.

Os agricultores com explorações afetadas pela tempestade Leslie poderão contar com um apoio de 15 milhões de euros a fundo perdido que se destina ao restabelecimento do potencial produtivo, com os seguintes níveis de apoio:100% para prejuízos até 5000 euros; 85% para prejuízos entre 5000 e 50 000 euros; e 50% para prejuízos entre os 50 000 euros e os 800 000 euros.

A medida abrange infraestruturas, instalações e equipamentos agrícolas e também perdas em animais e culturas permanentes, como é o caso de olivais, vinhas e pomares, de explorações situadas nos seguintes concelhos: Águeda, Albergaria-a-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Mealhada, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ovar, Sever do Vouga, Vagos, Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Penacova, Penela, Soure, Tábua, Vila Nova de Poiares, Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pombal, Porto de Mós, Carregal do Sal, Mangualde, Mortágua, Nelas, Oliveira de Frades, Penalva do Castelo, Santa Comba Dão, São Pedro do Sul, Sátão, Tondela, Viseu e Vouzela.