Quantcast
Regadio

Já arrancou projeto de investigação do uso eficiente da água

Ministro da Agricultura aprova dois novos projetos de regadio

Já está em marcha a primeira fase do projeto de investigação AGIR – Sistema de Avaliação da Eficiência do Uso da Água e Energia em Aproveitamentos Hidroagrícolas, uma iniciativa financiada pelo PDR 2020 e coordenada pela Federação Nacional de Regantes de Portugal (FENAREG).

Com uma duração de três anos, e dividido em três fases, este projeto tem como objetivo a criação de um sistema uniformizado e adaptado às redes hidráulicas dos aproveitamentos hidroagrícolas para avaliação da eficiência do uso da água e da energia.

O uso inadequado das infraestruturas de regadio pode causar perdas de água superiores a 40% da água entrada nos sistemas com superfície livre e a 30% nos sistemas em pressão, existindo por isso um elevado potencial de poupança neste setor.

O grupo operacional do projeto AGIR é constituído por 12 entidades, nomeadamente o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) e a Universidade de Évora (UE).

A primeira reunião do AGIR realizou-se no dia 5 de julho, na sede da Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas (ABORO), e teve como objetivo o planeamento da fase 1 do projeto, que consiste no estabelecimento da metodologia para avaliação da eficiência do uso da água e da energia e no diagnóstico preliminar dos casos-piloto a estudar.

No final do projeto está previsto um evento público para apresentação dos resultados, que serão amplamente disseminados de forma gratuita.