Agricultura

Nações Unidas dão 274,2 M€ para melhorar agricultura moçambicana

Nações Unidas dão 274,2 M€ para melhorar agricultura moçambicana

O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas vai financiar o setor agrícola de Moçambique com cerca de 274,2 milhões de euros. O objetivo é melhorar a situação nutricional e a segurança alimentar do país.

“No período anterior e posterior ao desastre [dos ciclones Idai e Kenneth], trabalhámos muito na preparação, na reação e na recuperação, mas é fundamental trabalharmos juntos na construção de resiliência, para que as próprias comunidades possam ser fortes e ter a capacidade de responder aos desastres naturais”, explicou um representante do programa em Maputo esta semana.

O programa pretende garantir a assistência humanitária e apoio das políticas do Governo na luta contra a fome, sobretudo nas áreas atingidas pelos dois ciclones. Metade do apoio financeiro de 274,2 milhões de euros será canalizado para ações que permitam aumentar a produção agrícola no país. Além disso, o Governo de Moçambique está já a trabalhar num Plano Estratégico para eliminar a pobreza até 2030.

Os ciclones que assolaram o país destruíram cerca de 780 mil hectares de plantações agrícolas. Mais de meio milhão de pessoas ainda vivem em locais destruídos, enquanto outros 70 000 permanecem em centros de acomodação de emergência, segundo o mais recente relatório da Organização Internacional das Migrações (OIM).