Quantcast
Cereais

Preço do trigo europeu continua a cair por falta de procura

Os preços do trigo europeu caíram esta semana, com uma quebra de 2% no último contrato disponível, face a uma procura baixa e a uma pressão de um clima favorável às culturas no hemisfério norte, avança a Reuters.

A moagem de trigo de maio na Euronext, com sede em Paris, o último contrato disponível para a temporada 2020/2021, tinha um preço de 210,50 euros por tonelada, uma descida de 2% (às 16h12).

 

O contrato tinha atingido um máximo de 236 euros por tonelada no dia 19 de janeiro, impulsionado pela forte procura, nomeadamente da China, e pelos impostos sobre as exportações propostos pela Rússia, destinados a diminuir a inflação, que levou aos preços do trigo da Rússia e de outras origens a aumentar.

A procura manteve-se fraca, sem concursos atualmente abertos que pudessem atrair o trigo europeu, disse um comerciante à Reuters.

 banner APP

A preocupação com a procura pela China também aumentou face aos casos de peste suína africana nos meses recentes, que colocou em dúvida a produção de porco no país.

As novas colheitas de setembro também diminuíram 0,5% para 194 euros por toneladas, também pressionadas pelas boas perspetivas de colheita.

Os preços das exportações de trigo russo caíram acentuadamente na semana passada – prolongando a sua queda para a quarta semana consecutiva.

“Os russos ainda têm muito para exportar, por isso os preços estão a cair e estamos a seguir”, afirmou um dos comerciantes.