Quantcast
Hortofrutícolas

Agricultor indiano cria nova variedade de maçã que cresce em climas quentes e secos

Um pequeno agricultor indiano, Hariman Sharma, cultivou, sem saber, uma nova variante de maçã capaz de crescer em climas quentes e secos.

Um pequeno agricultor indiano, Hariman Sharma, cultivou, sem saber, uma nova variedade de maçã capaz de crescer em climas quentes e secos, avança o portal Modern Farmer.

A descoberta aconteceu em 1998, quando o agricultor foi surpreendido ao encontrar um rebento de macieira a crescer no seu jardim, depois de ter atirado para lá algumas sementes de uma maçã que tinha comido. A maça normalmente não cresce no distrito de Bilaspur, onde Hariman Sharma vive, que fica a 678 metros acima do nível do mar.

Na Índia, a maçã é cultivada apenas nos terrenos superiores dos estados de Caxemira e Himachal Pradesh, a uma altitude de 1.600-2.500 metros acima do nível do mar. Estas são áreas com climas temperados.

Durante três anos, Hariman Sharma cuidou da macieira, até esta dar frutos. A maça era de pequeno calibre, o que levou o agricultor a enxertar a macieira jovem numa ameixeira, tendo o processo sido bem-sucedido e resultado em maças de maior calibre.

Após várias experiências, em 2004 o agricultor indiano acabou por escolher a variedade Golden Delicious para enxerto, desenvolvendo uma macieira auto polinizadora que cresce em baixas altitudes.

banner APP

“As flores surgem em fevereiro e os frutos estão prontos para a colheita em junho e não precisam de arrefecimento”, diz. Tipicamente, as maçãs da região requerem arrefecimento, e são colhidas no final de agosto.

Hariman Sharma pensou que esta variedade fora de época, poderia ser benéfica para os pequenos agricultores independentes e tentou encorajá-los a comprar rebentos, mas sem sucesso.

Impacto do National Innovation Foundation

Em 2013, a National Innovation Foundation  (NIF) – uma agência governamental que procura fomentar a inovação – ouviu falar da variedade de maçãs de Sharma e realizou ensaios de campo. Os testes revelaram-se bem-sucedidos e a variante foi nomeada de HRMN-99 em homenagem ao seu criador. Tal levou a que a variante se popularizasse, sendo que atualmente são vendidos entre 200,000 e 300,000 rebentos todas as épocas de plantação.

” Hariman Sharma selecionou o melhor porta-enxertos compatível para a sustentabilidade a longo prazo da produção de maçã. O aumento da temperatura média global também pode ter movido as espécies vegetais para se adaptarem a novas áreas com baixas altitudes e climas quentes”, disse o cientista sénior da NIF, Hardev Choudhary, ao Modern Farmer.

Em fevereiro, o governo da Índia deu a Hariman Sharma, agora com 66 anos, os direitos de criação e venda do RHMN 99 com um período inicial de proteção de nove anos.