Quantcast
Biotecnologia

Anseme, CAP e CiB promovem colóquio sobre Novas Técnicas Genómicas

Anseme, CAP e CiB promovem colóquio sobre Novas Técnicas Genómicas

A Associação Nacional dos Produtores e Comerciantes de Sementes (Anseme), a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e o Centro de Informação de Biotecnologia (CiB) vão realizar o colóquio “Da Semente ao Prato: Inovação e Sustentabilidade na Ajuda ao Agricultor”, na manhã do dia 7 de junho, na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém.

O evento vai abordar as Novas Técnicas Genómicas (NTG), as suas vantagens para o consumido e o potencial destas ferramentas para fazer face a desafios como o Pacto Ecológico Europeu, as alterações climáticas e o crescimento mundial da população.

 

O objetivo é trazer à discussão pública o tema das NTG e salientar a necessidade de a Comissão Europeia avançar com uma regulamentação própria e adequada, com base na ciência, para estas novas tecnologias.

“As NTG podem ser usadas no melhoramento de sementes para produzir plantas mais resistentes a doenças, mais produtivas ou com características alimentares melhoradas”, afirma o presidente da Anseme, Pedro Dias.

banner APP VR Mobile
 

Já Jorge Azevedo, da CAP, aponta que “a biotecnologia e, em particular as NTG, são instrumentos vitais para apoiar a inovação no setor da reprodução vegetal e no setor agrícola como um todo”.

Finalmente, presidente da Direção do CiB, Jorge Canhoto, considera que as Novas Técnicas Genómicas são uma “ferramenta crucial para o melhoramento de plantas e que só com a sua aplicação se podem atingir os ambiciosos objetivos das estratégias do Prado ao Prato e do Pacto Verde, bem como a mitigação dos efeitos das alterações ambientais, ao nível do aumento da temperatura global e do stresse hídrico que marcarão o futuro da agricultura em zonas mediterrânicas”.

 

A Comissão Europeia está a preparar uma proposta legislativa para as NTG, cuja apresentação está prevista para 5 de julho.

Pode saber mais aqui. A inscrição pode ser feita aqui.