Agricultura

Conselho de Agricultura da UE estabelece reforma da PAC e bioeconomia como “prioridades”

Conselho de Agricultura da UE estabelece reforma da PAC e bioeconomia como “prioridades”

O Conselho de Agricultura da União Europeia reuniu esta segunda-feira (28 de janeiro) para apresentar as suas prioridades e objetivos para o próximo quadro comunitário (2021-2027). As prioridades da Presidência do Conselho Europeu para a Agricultura, que está agora nas mãos do ministro da Agricultura romeno, passam, sobretudo, pela reforma da PAC e por uma maior aposta na bioeconomia.

Durante a sessão, ficaram estabelecidas como prioridades também a inovação, a investigação em agricultura, em proteínas de base vegetal, em plantas e em saúde animal. Para além disso, o Conselho de Agricultura da UE quer ver uma PAC “mais moderna”.

Petre Daea, ministro da Agricultura e do Desenvolvimento Rural da Roménia, e presidente do Conselho de Agricultura da UE, explica que “o conselho teve uma troca de ideias sobre o novo modelo proposto para a PAC pós-2020, focando-se no prazo anual, na abordagem progressiva às metas e nos possíveis desvios. Os ministros também discutiram a reserva agrícola e a disciplina financeira. Em relação à organização do mercado comunitário, o conselho debateu a possibilidade de abrir o mercado a novas variedades de castas de vinho”.