Floresta

Limpar as florestas nacionais vai dar benefícios fiscais

Limpar as florestas nacionais vai dar benefícios fiscais

As despesas com operações de limpeza, reflorestação ou gestão das florestas vão ser majoradas em 40% para efeitos de Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) e de Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares (IRS) com contabilidade organizada.

A notícia acaba de ser avançada pelo Jornal de Negócios, quer revela ainda que a medida se aplica aos gastos realizados ao longo deste ano.

De acordo com Capoulas Santos, ministro da Agricultura, esta medida vem criar “um estímulo adicional para o setor das florestas e contribuir para o seu crescimento e desenvolvimento”.

O Executivo pretende, assim, “dar um incentivo fiscal [aumento de 40% no valor dedutível à matéria coletável para efeitos destas taxas] adicional aos produtores que tenham de investir neste tipo de atividade”.

Recorde-se que foi também este mês que o ministro da Agricultura anunciou um investimento de cerca de 9 milhões de euros para a compra de material de limpeza das florestas portuguesas e combate aos incêndios, uma medida integrada na Reforma da Floresta.