Agricultura

Produtores agrícolas que operam em circuitos de vendas curtos vão receber apoios

Produtores agrícolas que operam em circuitos curtos de vendas vão receber apoios

Os produtores agrícolas que operam em circuitos de venda curtos podem receber até 7488 euros, ao longo de três anos, graças a uma medida de apoio agora lançada pelo Governo no âmbito do apoio de reprogramação do Programa de Desenvolvimento Rural.

Este apoio integra uma medida de apoio à agricultura familiar a que a agência Lusa teve acesso e que determina um montante fixo a atribuir a cada produtor por deslocação semanal ao mercado. O valor, de 48 euros, poderá ser atribuído uma vez por semana ao longo de todas as semanas do ano, até um limite de três anos. Assim, cada produtor poderá receber até 7488 euros ao longo de três anos.

De acordo com a Lusa, estes apoios contemplam apenas as deslocações dentro do município onde está inserida a exploração, dentro dos municípios que integram o Grupo de Ação Local (GAL) onde se inserem as explorações, ou as deslocações até aos municípios adjacentes ao GAL.

Além disso, existem ainda apoios à aquisição de equipamentos de apoio à atividade comercial, com os agricultores a poderem receber uma ajuda entre 50% e 80% para compra de viaturas para o transporte da produção ou bancadas para instalar nos mercados de venda.

Serão ainda apoiados projetos de investimento na modernização e equipamento das explorações, sendo que cada projeto não poderá exceder os 50 mil euros, tendo sido estabelecido um limite máximo de 200 mil euros de apoio por beneficiário. Uma vez que esta é uma medida de apoio à agricultura familiar, os beneficiários devem apresentar um rendimento com um valor anual inferior a 100 mil euros, entre ajudas recebidas no I pilar da PAC e o volume de negócios da exploração.