Agricultura

Orçamento para a agricultura promove “a igualdade de oportunidades”

Federação Minha Terra diz que criação de Ministério da Coesão Territorial é “oportunidade para os territórios rurais”

O orçamento para a Agricultura cresceu 47,6 milhões de euros, contudo, a ministra da Agricultura refere que os “510 milhões de euros destinados ao mundo rural” não são “uma chuva de milhões”, mas pretendem garantir a igualdade de oportunidades.

“É claramente um orçamento que nos permite dar passos muito significativos na transição de um modelo que queremos mais justo, mais inclusivo, que promova a competitividade do nosso país, mas que garanta que possamos ter igualdade de oportunidades para o pequeno agricultor, para o grande e para o consumidor final”, afirma Maria do Céu Albuquerque em entrevista à Renascença.

O valor tem como objetivo dar continuidade a projetos e 29 milhões de euros destinam-se, também, à agricultura biológica. “Queremos muito que a agricultura biológica possa ocupar parte do nosso país, porque este modelo de produção vai permitir também fazer a mitigação das alterações climáticas e criarmos condições para nos adaptarmos a este modelo que se quer”, explica.

Outros objetivos passam por melhorar o regadio, diminuir a utilização de fertilizantes e pesticidas químicos e promover o comércio de proximidade.