Quantcast
Enologia

A complexidade aromática do vinho – o prazer da prova consciente

A complexidade aromática do vinho – o prazer da prova consciente
A civilização do vinho conquistou o mundo de hoje. Existem atualmente muito poucos povos que escapam ao atrativo desta bebida fascinante. Pode dizer-se que o consumo de vinho deve obedecer a duas regras: a moderação e o bom gosto, o que se resume na frase “beber pouco, mas beber bem”. São com certeza os bons vinhos que permitem esta filosofia de vida. Ensinam a virtude da temperança, a quem quiser escutar a sua mensagem. 1. Introdução O Médio Oriente foi…

Artigo exclusivo para utilizadores registados

É necessário iniciar sessão para ter acesso ao artigo completo

Inicie sessão .