Sustentabilidade

Nova estratégia europeia para a bioeconomia entra em vigor em 2019

Nova estratégia europeia para a bioeconomia entra em vigor em 2019

A Comissão Europeia apresentou esta quinta-feira (11 de outubro) uma nova estratégia para a bioeconomia. O plano de ação, que conta com 14 medidas e que deverá entrar em vigor já no próximo ano, tem como objetivo reforçar a utilização de recursos renováveis e sustentáveis na União Europeia para dar resposta a desafios como as alterações climáticas.

A nova estratégia europeia para a bioeconomia aponta três grandes eixos de ação: expansão e reforço dos setores dos produtos biológicos; criação de bioeconomias em toda a Europa; e proteção do ecossistema e compreensão das limitações ecológicas da bioeconomia.

No âmbito desta estratégia será criada uma Plataforma Temática de Investimento em Bioeconomia Circular. Esta plataforma contará com uma dotação de 100 milhões de euros e terá como missão integrar as inovações no funcionamento do mercado e eliminar os riscos associados aos investimentos privados em soluções sustentáveis.

A Comissão Europeia refere ainda que será criada uma agenda estratégica para a implantação de sistemas agrícolas e alimentares, silvicultura e produtos biológicos sustentáveis para ajudar os Estados-Membros a aproveitar o potencial em matéria de biomassa e resíduos, assim como um Mecanismo de Apoio a Políticas Bioeconómicas para países da União Europeia ao abrigo do Programa-Quadro Horizonte 2020.

De acordo com a Comissão Europeia, a bioeconomia tem o potencial de criar um milhão de empregos verde até 2030, assim como um volume de negócios anual de cerca de dois mil milhões de euros.