Floresta

Oliveira do Hospital oferece 250.000 árvores autóctones

A autarquia de Oliveira do Hospital vai oferecer 250.000 árvores, de espécies autóctones, para incentivar proprietários florestais a arrancarem os eucaliptos que nasceram espontaneamente em consequência do incêndio de 15 de outubro de 2017, que consumiu 97% da área florestal do concelho.

Em comunicado de imprensa o município refere que “para terem acesso às árvores e arbustos autóctones como castanheiros, sobreiros, medronheiros, carvalhos e pinheiros-mansos, por exemplo, os proprietários florestais podem apresentar a candidatura até 31 de janeiro do corrente ano, numa primeira fase, ou então entre 1 e 30 de setembro. Após aprovação das candidaturas, a plantação das árvores terá que ocorrer até 30 de março ou 31 de dezembro de 2019, tendo em conta a época de plantação a que o proprietário se candidate”.

O Gabinete Técnico Florestal do Município (GTF) de Oliveira do Hospital será a entidade responsável pelo aconselhamento técnico e ações de formação aos candidatos, de forma a garantir a correta plantação das árvores.

Durante o primeiro ano de vigência do projeto, cada proprietário pode candidatar-se a um limite máximo de 500 árvores, ficando obrigado, sob compromisso de honra, a assegurar a necessária manutenção.

As candidaturas ao “Projeto Reflorestar” podem ser submetidas via online, através da página oficial de internet do Município de Oliveira do Hospital, ou entregues em suporte físico no GTF.