Hortofrutícolas

Peras e maçãs nacionais já podem ser exportadas para o Panamá

Peras e maçãs nacionais já podem ser exportadas para o Panamá

O mercado do Panamá está agora aberto às exportações de pera e maçã nacionais. De acordo com uma nota enviada às redações pelo Secretário de Estado da Agricultura, este é um mercado com um potencial de 4 milhões de consumidores.

O gabinete do secretário de Estado explica ainda que “as empresas interessadas [em exportar pera e maçã para este país] deverão contactar as Direções de Serviços de Alimentação e Veterinária da sua região (DSAVR) ou os serviços competentes das Regiões Autónomas (RA), para conhecerem os requisitos necessários ao início da exportação. Os produtores de maçãs e peras juntam-se agora aos operadores de produtos transformados à base de carne e de produtos lácteos que, desde 2017, podem exportar para este país.”

Luís Medeiros Vieira sublinha que “este passo é resultado do fortíssimo investimento na abertura de mercados e na internacionalização por parte deste Governo”.

O atual Governo já abriu um total de 51 mercados à exportação de produtos nacionais, o que corresponde a 199 produtos (153 de origem animal e 46 de origem vegetal). Recorde-se que, este ano, já foram abertos para os produtores de frutas portuguesas os mercados da Índia (maçã e pera), da Costa do Marfim (maçã e pera), do México (pera) e de El Salvador (maçã).