Floresta

Portugal em situação de alerta devido ao risco de incêndio

Portugal em situação de alerta devido ao risco de incêndio

O território Continental está, até ao próximo dia 30 de maio, em situação de alerta devido às previsões meteorológicas que “apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal”.

De acordo com o Ministério da Administração Interna e com o Ministério da Agricultura, esta situação de alerta implica a adoção de “medidas de caráter excecional” como a “elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP” para operações de vigilância e fiscalização e de apoio à população.

Para além disso, estão ainda proibidas as queimadas e queimas de sobrantes e é autorizada a dispensa dos trabalhadores dos setores público e privado que sejam bombeiros voluntários. A Força Aérea terá ainda de disponibilizar meios aéreos em caso de necessidade, tendo sido acionados os dispositivos de coordenação de operações nacionais e distritais.