Quantcast
Agroindústria

Cerealto compra unidade da Mondelez em Mem Martins

Mondelez fábrica Mem Martins Vida Rural e

A Mondelēz International chegou recentemente a acordo com a Cerealto para manter a atividade industrial na fábrica de bolachas de Mem Martins (Sintra), que a empresa tinha anunciado que iria encerrar. O acordo contempla o compromisso de manter todos os postos de trabalho da unidade, assim como a venda, à Cerealto, da maquinaria e das linhas de produção, de que a Mondelēz International era até agora proprietária.

“ Na base das negociações esteve sempre o objetivo de garantir a melhor solução para os 92 empregados desta instalação, cujo encerramento foi anunciado no passado mês de novembro. Neste sentido, a Cerealto formalizou o compromisso de manter 100% dos postos de trabalho, as condições laborais em vigor e a antiguidade dos trabalhadores”, revela a Mondelēz International numa nota enviada às redações.

A operação não inclui a venda de nenhuma das marcas da Mondelēz, contudo, este contrato prevê que a Cerealto fabrique alguns produtos para a Mondelēz.

banner APP VR Mobile

A transação deverá estar concluída já em julho deste ano, para que a Cerealto assuma o controlo da fábrica, da sua produção e dos trabalhadores em agosto. A partir desse momento, a empresa começará a incorporar nas linhas, de forma progressiva, algumas das suas referências de bolachas.

“A compra da fábrica de Mem Martins vai ao encontro da estratégia de expansão internacional da Cerealto – que será a sua segunda fábrica em Portugal, após a aquisição, em 2013, à Danone, da instalação de alimentação infantil Nutriceal Foods, localizada em Benavente, Santarém. A Mondelēz quer destacar a atitude de diálogo que os representantes dos trabalhadores assumiram, assim como a responsabilidade e o clima de respeito aplicados às negociações, que permitiram chegar a esta solução. Após este processo, a Mondelēz mantém a sua estrutura comercial e logística em Portugal”, acrescenta a Mondelēz International.