Quantcast
Cereais e Oleaginosas

Cersul quer impulsionar mercado dos cereais em Portugal

A Cersul – Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul revelou esta semana que pretende “aumentar a importância dos mercados de cereais e oleaginosas em Portugal através do crescimento do investimento na produção” e “pelo aumento da importância deste sector no panorama da agricultura nacional.” O objetivo foi anunciado durante uma reunião de celebração do 25º aniversário da organização que juntou cerca de 170 produtores de Elvas.

Numa nota enviada às redações, a Cersul diz que “é hoje um dos mais importantes operadores comerciais da produção nacional de cereais e milho, mas a tremenda crise que se abate sobre o sector desde 2012 e uma reforma da PAC não favorável obriga a repensar a orientação do negócio de forma a fortalecer a atividade e aumentar a produção de riqueza deste sector para a economia portuguesa.”

Nesse sentido, para impulsionar a atividade, “a Cersul pretende destacar-se pela atitude pioneira em termos de introdução de tecnologia e pela inovação comercial em produtos que à partida não são diferenciáveis.”

“A Cersul tem atualmente mais de 170 associados e tem como objetivo atingir resultados que se traduzem na melhoria global da rentabilidade, competitividade e progresso das explorações dos nossos produtores”, referiu Luís Fernando Bulhão Martins, presidente da Cersul, durante o encontro.

A organização tem vindo também a realizar um conjunto de investimentos, como a instalação de silos de grandes dimensões e de armazenagem, uma unidade de secagem de milho e de descarga direta sob camião e a construção de um ramal de caminho-de-ferro privativo que permite o carregamento otimizado.

Em 2014, a Cersul registou um volume de negócios de cerca de 17 milhões de euros e recebeu cerca de 40 mil toneladas de cereais.