Quantcast
Cereais

Ministra da Agricultura anuncia pagamentos ligados para os cereais

Maria do Céu Antunes anunciou a prossecução das medidas definidas na ENPPC e o restabelecimento dos pagamentos diretos ao setor dos cereais.

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, em mensagem enviada ao Clube Português dos Cereais de Qualidade, anunciou a prossecução das medidas definidas na Estratégia Nacional Para a Promoção da Produção de Cereais (ENPPC) e do restabelecimento dos pagamentos diretos ao setor dos cereais para a autonomia estratégica do país. O anúncio ocorreu no âmbito da 44ª Assembleia Geral do clube, que reuniu a fileira dos cereais.

O presidente da Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais (ANPOC) – membro do Clube – , José Palha, afirmou, citado em comunicado, que “ para a ANPOC e para a ANPROMIS [Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo] esta mensagem da Senhora Ministra é de extrema importância, pois é o corolário do enorme esforço que o setor dos cereais – praganosos, milho e arroz – tem feito para contrariar a dependência externa da nossa balança comercial, melhorar o rendimento dos agricultores e consolidar ao aumento das áreas de produção de cereal em Portugal”.

 

De acordo com Luís Bulhão Martins, presidente da Cersul e membro da Direção da ANPROMIS, o Clube tem ajudado a colocar os cereais no centro da agenda política nacional: “o baixo grau de aprovisionamento de Portugal no que se refere a cereais começa finalmente a ser considerado um problema político nacional”.

banner APP

Na sua visão, “já temos a Estratégia Nacional para a Promoção da Produção dos Cereais (ENPPC), um documento extremamente estruturado que recebeu inputs de especialistas do setor, da investigação, da indústria e do Ministério da Agricultura e que resume um conjunto específico de medidas – umas de carácter infraestruturante, outras de apoio direto. É agora importante que este documento constitua um ponto de partida efetivo para a reforma da PAC, em preparação”.

 

Clube Português dos Cereais de Qualidade

A organização desta 44ª Assembleia Geral esteve a cargo da Cersul. O Clube reúne duas vezes por ano: em maio/junho, coincidindo com o início das ceifas; e em outubro/novembro, coincidindo com o arranque da campanha de sementeira dos cereais praganosos. As reuniões servem assim para análise do ano cerealífero, no primeiro caso; e preparação e previsão da campanha seguinte, no segundo.

O Clube Português dos Cereais de Qualidade funciona sob os auspícios da ANPOC e é presidido por Fernando Carpinteiro Albino. O clube associa organizações de produtores (Cersul, Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches, Cooperativa Agrícola de Beringel, Globalqueva e Procereais), organizações socioprofissionais do setor (ANPOC e ANPROMIS), investigação (INIAV e IPBEJA), e os principais representantes da indústria de moagem e semolaria (Germen/Ceres, Cerealis, Fábricas Lusitana e Insular); e da indústria cervejeira (Sociedade Central de Cervejas e Maltibérica/Super Bock Group).