Quantcast
Sustentabilidade

Valorfito aumenta taxa de recolha para 44% em 2020

O Valorfito obteve uma taxa de recolha de quase 44% das Embalagens Vazias Produtos Fitofarmacêuticos, Sementes e Biocidas no ano de 2020.

O Valorfito, designação pelo qual é conhecido o Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura, obteve uma taxa de recolha de quase 44% das Embalagens Vazias Produtos Fitofarmacêuticos, Sementes e Biocidas no ano de 2020 – mais 5 pontos percentuais que em 2019. Esta taxa representa a nível de quantidade recolhida mais 28% face à de 2019, com um total de cerca de 500 toneladas de embalagens recolhidas.

Em comunicado, o Valorfito revela que o setor das sementes dá em 2020 “sinais notáveis de estabilização nas quantidades declaradas, com uma taxa de retoma a duplicar a de 2019”. Já o fluxo dos biocidas “melhorou, com um crescimento modesto na taxa de retoma”. Finalmente, os produtos fitofarmacêuticos cresceram, com mais 17,2% de embalagens declaradas ao sistema.

“Alcançámos resultados notáveis, que dão força ao objetivo ambicioso de chegar ao final de 2021 com uma taxa de retoma média na ordem dos 60%”, afirma o diretor-geral da Valorfito, António Lopes Dias.

No entanto, o responsável afirma que ainda existe um desafio persistente no segmento dos Biocidas uma vez que “uma grande parte destes resíduos acabam por ir parar a outros operadores de gestão, e escapar à nossa contagem”.

Recorde-se que este crescimento na recolha já tinha sido antecipado nos resultados preliminares apresentados em janeiro, pela Valorfito.