Quantcast
Agricultura

Estratégia Regional Integrada para o Controlo da mosca da fruta já está em vigor

PDR 2020 disponibiliza apoios para ajudar a combater insetos vetores do Citrus Greening

As ações a implementar no âmbito da Estratégia Regional Integrada para o Controlo da Ceratitis foram operacionalizadas, na sequência da reunião promovida pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária e Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve.

Segundo a publicação Frutas, Legumes e Flores, a reunião contou ainda com a Universidade do Algarve e o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e associações de produtores.

A Ceratitis capitata, também referida como mosca da fruta ou mosca do Mediterrâneo, é uma praga que afeta várias culturas, principalmente os citrinos, provocando muitos estragos. Assim, torna-se necessário um estreito controlo da fruta enviada para exportação.

A Estratégia Regional Integrada para o Controlo da Ceratitis, visa assim a elaboração de protocolos fitossanitários de combate integrado à mosca, como medidas biotécnicas; a formação dos produtores; a aposta na investigação e desenvolvimento experimental de técnicas de controlo e de conservação da fruta e o acréscimo de competências e de estruturas que apoiem e facilitem a exportação.