Sustentabilidade

Multinacionais comprometem-se a agir para proteger a biodiversidade

Multinacionais comprometem-se a agir para proteger a biodiversidade

Chama-se ‘One Planet Business for Biodiversity’ (OP2B) e foi apresentada esta segunda-feira (23 de setembro) pelo CEO da Danone, Emmanuel Faber, nas Nações Unidas. Esta coligação de 19 multinacionais, a grande maioria das quais empresas de grande consumo, compromete-se a integrar na sua cadeia de abastecimento algumas medidas que permitam proteger e restaurar a biodiversidade do planeta.

De acordo com a Reuters, as 19 empresas comprometem-se a implementar medidas nas suas cadeias de abastecimento e portefólios de produto que permitam proteger a biodiversidade e o planeta.

Desta coligação fazem parte a Danone, Balbo Group, Barry Callebaut , DSM, Firmenich , Google, Jacobs Douwe Egberts, Kellogg Company, Kering, Livelihoods Funds, L’Oreal , Loblaw Companies Limited, Mars, Migros Ticaret, McCain Foods, Nestlé, Symrise, Unilever e Yara.

Estas empresas vendem os seus produtos em mais de 120 mercados e juntas têm receitas de mais de 500 mil milhões de dólares.

Mark Schneider, CEO da Nestlé, já veio dizer que “a Nestlé acredita que proteger e restaurar a biodiversidade é essencial para proteger a produção alimentar e a segurança alimentar agora e no futuro. A Nestlé já há muitos anos que trabalha com agricultores para gerir a sustentabilidade da sua produção e continuará a liderar atividades que promovam a proteção da biodiversidade”.

Em comunicado, a coligação OP2B diz que se irá focar em três áreas, nomeadamente através de um reforço das práticas de agricultura regenerativas que permitam proteger a saúde do solo; da criação de portefólios de produto que permitam aumentar o cultivo de produtos agrícolas e o aumento da resiliência dos sistemas alimentar e agrícolas; e da eliminação de práticas de desflorestação, aumentando as práticas de restauração e proteção de ecossistemas de elevado valor.