Vinho

Região dos Vinhos Verdes diz que 2015 foi um ano de “excelente colheita”

2015 “revelou-se de excelente colheita para a Região Demarcada dos Vinhos Verdes”, referiu esta semana a CVRVV. Numa nota enviada às redações, a organização diz que 2015 foi marcado por vinhos “bem equilibrados e de elevada qualidade em todas as sub-regiões e castas.”

A produção deste ano registou um crescimento de 27,9% face a 2014, com uma produção total de 76,6 milhões de litros. Segundo Manuel Pinheiro, Presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, foi “com agrado” que a região verificou este aumento.

O vinho branco, em particular, registou um aumento de 31% comparativamente ao ano anterior, com uma produção de 63,6 milhões de litros. O vinho tinto, por outro lado, atingiu uma produção de 8,5 milhões de litros, mais 3% face a 2014. O vinho rosado, por sua vez, atingiu uma produção de 3,6 milhões de litros, um aumento de 32% face a 2014.

“A vindima iniciou logo na primeira semana de setembro e, de um modo geral, todas as castas foram colhidas um pouco mais cedo do que o habitual: a Trajadura, Alvarinho e Loureiro foram as primeiras, seguiram-se o Arinto e Avesso. A casta Azal, que tem um ciclo vegetativo mais longo, foi a última casta branca a ser vindimada. Para as castas tintas, a vindima iniciou-se com a colheita do Padeiro e Vinhão, tendo-se seguido o Espadeiro, a casta mais utilizada na produção dos vinhos rosés”, refere a CVRVV.