Pecuária

Produtores pecuários da região de Pedrógão Grande podem pedir alimentos

Os produtores pecuários da região de Pedrógão Grande já podem pedir ajudar alimentar para os seus animais.  A notícia foi avançada por Miguel Freire, presidente da Cooperativa Agro-Pecuária do Sudoeste Beirão (Casan), que estima que tenham morrido no incêndio cerca de 1500 pequenos ruminantes, ovinos e caprinos.

De acordo com o presidente da cooperativa, existem também “cerca de 3000 animais entre os que sobreviveram, que se encontram feridos ou estão desaparecidos” e para os quais são precisos alimentos.

“Estão a chegar alimentos, rações, fenos e palha enfardada, e esta ajuda vai ficar concentrada em Vila Facaia e na Graça (freguesias do concelho de Pedrógão Grande) e na Cooperativa Agrícola de Figueiró dos Vinhos (FICAPE)”, explicou.

Os produtores pecuários que precisam de alimentação para os seus animais deverão entrar em contacto com a Casan, Junta de Freguesia de Vila Facaia, FICAPE ou um dos médicos veterinários dos concelhos.

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) já anunciou também que está disponível para doar alimentos.