Regadio

Cabo Verde pode ser exemplo para países com escassez de água na agricultura

Cabo Verde pode ser exemplo para países com escassez de água na agricultura

Mais de duas centenas de especialistas em gestão de águas agrícolas estiveram recentemente reunidos em Cabo Verde no âmbito do ‘1º Fórum Internacional sobre Escassez de Água na Agricultura’. De acordo com a publicação Mundo Lusíada, em debate estiveram as ações prioritárias para enfrentar as mudanças climáticas e o seu impacto na escassez de água na agricultura.

Maria Helena Semedo, diretora-geral adjunta da FAO, afirmou esperar que “os participantes [no evento] atuem sobre os compromissos assumidos durante o fórum para facilitar a realização da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.”

Para a responsável da FAO, Cabo Verde pode ser um modelo de inspiração para outros países, uma vez que “está a adotar tecnologias inovadoras de gestão da água para lidar com a seca, que o país está a atravessar.”

O Quadro Global para a Água na Agricultura foi criado em 2017 pela FAO e reúne mais de 60 parceiros, incluindo governos, agências da ONU, instituições académicas e organizações da sociedade civil e do setor privado de todo o mundo.

Segundo a ONU, todos estes parceiros estão “comprometidos em identificar e implementar respostas concretas para abordar em conjunto a escassez de água na agricultura, num mundo onde as alterações climáticas são uma preocupação.”

Uma das principais medidas passa por apoiar os governos na concretização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, nomeadamente em seis áreas prioritárias como água e migração, água e nutrição, agricultura salina e uso sustentável da água na agricultura.