Quantcast
Vinha e Vinho

Cooperativas vinícolas europeias pedem apoio extraordinário para o setor

Cooperativas vinícolas europeias pedem apoio extraordinário para o setor

As cooperativas vinícolas de Espanha, França, Itália e Portugal (que representam 50% da produção de vinho da União Europeia) solicitaram à Comissão Europeia um apoio extraordinário para o setor.

Em nota de imprensa, a Cooperativas Agro-alimentarias de España revela que, em conjunto com a Coopération Agricole (França), a Alleanza delle Cooperative Italiane (Itália) e a Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas (Portugal), enviou uma carta dirigida ao comissário da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Janusz Wojciechowski. Nessa carta, as quatro organizações expõem a situação grave que o setor atravessa desde há um ano, face à pandemia, que “levaram a uma descida no consumo mundial de vinho e, consequentemente, uma caída de exportações tanto em volume como no preço”.

 banner APP

A cooperativa espanhola explica que os stocks de vinho na Europeia estão elevados e que “dentro de 5 a 6 meses começará uma nova colheita, por isso é necessário permitir um orçamento extraordinário equivalente ao orçamento anual do programa de apoio ao setor vitivinícola”. Desta forma, cada estado-membro pode “implementar medidas urgentes que satisfaçam as suas reais necessidades e melhorem a situação do mercado, trabalhando em medidas destinadas a promover e incentivar a procura de forma a alcançar a competitividade do setor”.

Para as cooperativas, apesar da flexibilização das medidas de aplicação do programa de apoio ao setor, as medidas “são, neste momento, totalmente insuficientes”. Na carta, elas recordam que, este ano, o orçamento foi reduzido em 3,9% nos diferentes Estados-membros para a gestão do programa de apoio.